A evolução da costura: confira uma linha do tempo sobre as máquinas de costura e o que está por vir!

A evolução da costura: confira uma linha do tempo sobre as máquinas de costura e o que está por vir!

Saiba quais foram os principais fatos históricos e conheça mais detalhes sobre as técnicas de impressão 3D!

A evolução da costura abrange uma série de mudanças que influenciaram na forma como as roupas passaram a ser produzidas e compradas. Na Primeira Revolução Industrial, por exemplo, as produções manuais deram espaço para as máquinas de tecelagem, que produziam em maior quantidade e em menos tempo.

Hoje, as impressoras 3D roubam a cena no mundo da costura, e para entender mais sobre essa nova tecnologia e os principais fatos históricos da produção têxtil, basta conferir este artigo até o final!

A evolução da costura: primeiro, entenda como tudo começou!

É dado que a primeira máquina de costura foi patenteada em 1830 por em Barthelemy Thimonnier, na França.  Contudo, é importante saber que a produção de vestimentas se faz presente há mais de 30 mil anos.

No começo, o uso das roupas tinha apenas como objetivo proteger as primeiras civilizações dos invernos rigorosos.  Nesse período, as peles que sobravam das caças eram reutilizadas para confecção de roupas, costuradas por meio de agulhas feitas com ossos e marfim. Ou seja, nenhuma parte do animal era desperdiçada.

Hoje, as máquinas são responsáveis pela criação de alternativas de estilo e conforto. E para entender mais sobre a evolução da costura, bem como a sua mudança do artesanal para as produções de larga escala, confira a linha do tempo a seguir!

Linha do tempo da evolução da costura

Antes da sua overlock ter chego ao formato atual, saiba que uma série de fatos contribuíram para isso, sendo eles:

 1807 – O primeiro projeto de máquina de costura registrado foi apresentando em 1807 pelo alfaiate austríaco Josef Madersperger.

1830 – Embora Josef Madesperger tenha apresentado o primeiro projeto de máquina de costura, foi francês Barthelemy Thimonnier que conseguiu executar com mais precisão o desenvolvimento dessa ferramenta.

O aparelho feito por Barthelemy revolucionou a produção de roupas da época.  Isso porque, enquanto manualmente se faziam 30 pontos por minuto, com a máquina as costureiras conseguiam fazer por volta de 200 pontos.

1841 – Após 11 anos da primeira máquina ser patenteada, muitos artesãos se rebelaram contra as indústrias de roupas.  Ao verem seus serviços substituídos pelas máquinas, as manifestações chegaram ao ponto desses trabalhadores queimarem e destruírem as máquinas de costura.

1851 – A primeira máquina de costura com pedal foi inventada pelo americano Isaac Singer, responsável por fundar a empresa Singer, que em 1888 passou a desenvolver os primeiros modelos de máquinas elétricas.

O que esperar do futuro para a confecção de roupas?

Para os achavam que a evolução da costura havia parado na criação das máquinas elétricas, um fato que pode surpreender é que a produção de roupas através da impressão 3D já está se tornando cada vez mais comum.

Dentre as marcas que já apostam nessa tecnologia, as principais são a Nike, Under Armor, Adidas, Uniqlo e Benetton.  Basicamente, para essa produção as máquinas computadorizadas confeccionam os modelos escolhidos pelo computador.

Vale ressaltar que já possível encontrar máquinas de impressão 3D para produções menores, assim como a famosa overlock.  Um exemplo disso é a máquina kniterate, que dá a chance das peças serem produzidas a partir de uma escolha feita pelo seu aplicativo.

Ficou curiosa em saber como essa máquina funciona? Abaixo veja um vídeo que mostra os principais detalhes desse tipo de confecção!

E aí? O que você achou das curiosidades sobre a evolução da costura?  Compartilhe com a gente a sua opinião e fique por dentro deste portal!

Sem comentários

Deixe uma resposta