Costurar não é “do tempo da vovó”

Costurar não é “do tempo da vovó”

Saiba por que a costura ainda está em alta!

Costurar não é do “tempo da vovó”!   O que prova isso é a busca por mais exclusividade, que atualmente é uma característica presente em boa parte dos consumidores.  Com o avanço da internet, é fato que o nível de exigência das pessoas também aumentou. Visto que hoje descobrir se uma compra vale ou não a pena, é uma resposta que chega na velocidade de um clique.

E no caso do mundo da costura, esse fenômeno vai de encontro com que os novos compradores desejam.  Isso porque, seja para peças de roupa, acessórios para casa ou, até mesmo, para o seu pet, as confecções sob medida ganham mais adeptos a cada dia que passa.

Descubra por que costurar não é “do tempo da vovó”!

A costura realmente é uma arte que ultrapassa gerações, e tendo em vista que modelos feitos de acordo com a vontade do cliente ainda são procurados, podemos dizer que o ato de costurar está longe de ser “do tempo da vovó”.

Contudo, saiba você que há outros argumentos que comprovam essa afirmação e a seguir falaremos sobre 03 deles!

1. Confeccionar modelos que ainda não chegaram às lojas!

Se você está pensando em entrar para o mundo da costura, é importante saber que um dos maiores atrativos oferecidos por esse universo é a chance de confeccionar tanto as peças que ainda não chegaram às lojas, como aquelas que nunca chegarão. Ou seja, as que são 100% exclusivas.

Mesmo que as grandes marcas ofereçam opções de qualidade, com preços baixos e bons descontos, o lado negativo é que o consumidor acaba tendo uma relação mais restrita com o que é comprado.   Já que a possibilidade de acompanhar todos os detalhes, como acontece nas produções feitas sobre medida, acaba sendo excluída.

Portanto, para suprir o desejo de ter uma vestimenta única, é aí que você entra.

Lembre-se também que estar por dentro das últimas tendências da moda, é uma tarefa que só agrega valor ao seu trabalho.  Uma vez que conceito e referência são as características que diferenciam uma costureira no mercado!

2. Costurar é uma prática lucrativa

Aos que perceberam que a costura pode ser muito mais que um hobby, um detalhe que reafirma a lucratividade dessa atividade, é que atualmente o profissional de costura vem sendo cada vez mais procurado, seja para pequenos reparos ou confecção de roupas sob medida.

De acordo com dados do Sebrae, o Brasil é o 6º maior produtor de roupas, calçados e acessórios do mundo, incluindo desde grandes industrias a produtores individuais, como as costureiras. Além disso, espera-se que o setor têxtil de confecção fature até 135 bilhões de reais até o final de 2018.

3. Você pode fazer o reparo das suas próprias roupas

E por fim, mas não menos importante, outro motivo que afirma que costurar “não é do tempo da vovó” é o fato de que  você poder fazer os próprios reparos das suas roupas.

Não há nada mais chato do que encontrar aquele modelo ideal e perceber que ele não ficou bem em você apenas por um simples detalhe.

Portanto, ao começar em colocar em prática as expertises na costura, prepare-se para lidar com uma versão sua que não terá medo de enfrentar as calças com barras maiores ou vestidos precisam de alguns ajustes!

Viu como costurar não é do tempo da vovó? O que você achou deste tema?

Para ficar por dentro de mais conteúdos sobre o mundo têxtil, acompanhe este blog, curta a nossa página no Facebook e siga o nosso perfil no Instagram.

Sem comentários

Deixe uma resposta